Trapos e Retalhos


22/09/2014


Solidão

 

 

Nesta noite fria de primavera...


sozinho não encontro o amor...


atordoado refem do descaso...


da sorte que  em minha vida faltou.


Embaixo de cobertores pesados...


busco aquecer minha alma...  


congelada pela solidão...


maltratada por amores passados...


pela indiferença que pisoteou meu coração.


Meu sorriso de minha face sumiu...


os amigos distantes  a vida separou...


vou sobrevivendo e morrendo dia após dia


de amor tristeza e ilusão.





Escrito por JUNIORVR às 22h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Liberdade

Na sombra escondo a face


de uma vida vazia...


Enquanto recluso ouço o silêncio


de uma noite sem lua...


Minha dor é um eclipse


que se opõe a minha alegria...


confinado nesse corpo frágil...


minha alma triste agoniza...


Liberta-me...liberta-me 


para que eu siga meu destino


despreenda-me do que me prende e repreende-me


alivia o fardo que meu coração oprime.


Minha esperança se perdeu...


minha fé secou,o amor morreu...


espero o inevitável...


a morte romper as correntes...


para que minha ausência seja sentida...


e minha alma liberta.



Escrito por JUNIORVR às 18h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, VOLTA REDONDA, JARDIM VENEZA, Homem

Histórico